Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

cuida-te bem

A chave para resolver muitas situações do dia-a-dia como uma gripe, insónias ou a falta de ânimo pode estar à nossa volta: a Natureza. Com a Natureza podemos cuidar da casa, da saúde, da beleza sem segredos.

cuida-te bem

Vitamina A (Retinol): pele, olhos, mucosas e imunidade

Vitamina.png

 

Vitamina A ou Retinol é um micronutriente pertencente ao grupo das vitaminas lipossolúveis (solúvel em lípidos),  encontra-se naturalmente nos alimentos. 

Existem dois tipos de Vitamina A: a Vitamina A que se encontra já formada nos alimentos como a carne vermelha, frango, peixe e lacticínios; e a Provitamina A que se encontra presente nas frutas e vegetais, bem como noutros produtos de origem vegetal. A Provitamina A mais comum nos alimentos e suplementos é o betacaroteno.

 

A Vitamina A resiste à temperatura da ebulição 100°C (termoestável), não é solúvel na água, mas é solúvel nas gorduras (liposolúvel).

 

 

Funções da Vitamina A

A Vitamina A mantém a saúde dos tecidos da pele, do globo ocular e mucosas. Tem também um papel importante no sistema de defesa do organismo (imunidade).

 

Cientificamente foi provado que a abundância de alimentos vegetais ricos em caroteno (cenouras, melancia, tomate e toranja) na alimentação previnem o cancro do pulmão, cancro da próstata bem como também a doença coronária.

 

 

Carência

A sua falta dificulta o crescimento dos ossos e de outros tecidos, produz secura da pele, dificulta a cicatrização das feridas, acarreta perturbações das glândulas lacrimais e provoca perturbações visuais de que se salientam alterações da conjuntiva e da córnea que podem levar à cegueira (Xeroftalmia e Cegueira Noturna), diminui as resistências do indivíduo, predispondo-o mais facilmente a infeções das vias respiratórias e a cálculos renais.

 

 

Toxicidade

Foram detectados níveis tóxicos de Vitamina A em pessoas com comprometimento do fígado (hepatite) devido à ingestão de produtos alimentares com quantidades excessivas de Vitamina A.

Tendo sido mostrado que o consumo excessivo de caroteno (Provitamina A) não é tóxico, levanto apenas por algumas horas à coloração alaranjada da pele.

 

 

Fontes

Tabela teor vitamina A (2).jpg

As fontes mais ricas de Retinol são:

  • carnes orgânicas, como fígado
  • peixes gordurosos, como arenque e salmão, e óleos de peixe
  • manteiga, leite e queijo
  • ovos

 

Alimentos à base de plantas contêm carotenóides (pigmento laranja que contribui para a cor de certas frutas e vegetais), formas antioxidantes de Vitamina A, que são convertidos em Retinol no organismo:

  • abóbora , cenoura, abóbora e outros vegetais cor de laranja
  • batatas doces
  • frutas cor de laranja, como melão, papaia e manga

 

Alimentos vegetais ricos em beta-caroteno incluem:

  • brócolos, espinafre, nabo e outros legumes verdes escuros
  • abobrinha
  • pimentos

 

 

Fontes:

  • Lieberman, S e Bruning, N (1990). The Real Vitamin & Mineral Book. Nova Iorque: Avery Group.
  • NIH office of Dietary Supplements. «Use and Safety of Dietary Supplements».
  • Fukuwatari T; Shibata K (2008). «Urinary water-soluble vitamins and their metabolite contents as nutritional markers for evaluating vitamin intakes in young Japanese women». J. Nutr. Sci. Vitaminol.
  • Bellows, L.; Moore, R. «Water-Soluble Vitamins». Colorado State University.
  • Maqbool A; Stallings VA (2008). «Update on fat-soluble vitamins in cystic fibrosis». Curr Opin Pulm Med.
  • The National Academies (2001). «Dietary Reference Intakes: Vitamins»
  • Dietary-supplements.info.nih.gov (2013). «Vitamin and Mineral Supplement Fact Sheets Vitamin A».
  • U.S. Department of Health and Human Services, National Institutes of Health. «Thiamin, vitamin B1: MedlinePlus Supplements»
  • Hardman, J.G.; et al., eds. (2001). Goodman and Gilman's Pharmacological Basis of Therapeutics 10ª ed. [S.l.: s.n.] p. 992.
  • «Pantothenic acid, dexpanthenol: MedlinePlus Supplements». MedlinePlus.
  • Dietary-supplements.info.nih.gov (2011). «Vitamin and Mineral Supplement Fact Sheets Vitamin B6».
  • Dietary-supplements.info.nih.gov (2011). «Vitamin and Mineral Supplement Fact Sheets Vitamin B12».
  •  Manual Merck. «The Merck Manual: Nutritional Disorders: Vitamin Introduction».
  • Organização Mundial de Saúde/Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (1998). Vitamin and mineralrequirements in human nutrition (PDF). [S.l.: s.n.] p. 99.
  • Rohde LE; de Assis MC, Rabelo ER (2007). «Dietary vitamin K intake and anticoagulation in elderly patients». Curr Opin Clin Nutr Metab Care.

 

Etiquetas (200 × 50 px).png

 

⚠️ Este post tem caráter meramente informativo. Não dispensa a avaliação por um profissional de saúde.